Caminhões Volkswagen 4×4 ganham mercado na Bolívia

Desenvolvidos inicialmente para atender às demandas de operação do Exército Brasileiro, os caminhões Volkswagen com tração especial 4×4 estão com nova missão: consolidar espaço no mercado exterior. A Bolívia foi a primeira nação estrangeira a apostar nessa solução de tecnologia, mas estão em curso negociações com mais de dez países. No Brasil, os veículos também já atuam em aplicações civis, como a do Corpo de Bombeiros no Pará.

M

A mais recente venda na Bolívia foi para a petrolífera estatal YPFB, que adquiriu três unidades do Worker 15.210 4×4, atraída pela versatilidade e robustez do modelo. A dimensão do caminhão e a tração integral facilitam a operação nas vias sinuosas, estreitas e com muita areia e lama que os veículos percorrem. Equipadas com cabine reforçada e implementadas com gruas, essas unidades fazem a manutenção nos gasodutos da petrolífera e chegam a rodar 100 quilômetros por dia carregando escombros e diversos outros materiais pesados.

“Estes caminhões compõem o terceiro lote de 4×4 que entregamos na Bolívia, contemplando diferentes clientes. Em breve já chegará o quarto lote ao país”, conta Antonio Albuquerque, gerente executivo de Exportações da MAN Latin America. As negociações fazem parte de uma estratégia de internacionalização desses produtos. Seus principais mercados no alvo estão na América Latina e África.

Desenvolvido e testado para condições extremas
O caminhão VW 15.210 4X4 foi criado especialmente para atender às Forças Armadas, sendo reconhecido pela capacidade de transportar cinco toneladas em qualquer tipo de terreno. O modelo está equipado com eixo dianteiro e caixa de transmissão da Marmon-Herrington. Os demais componentes já são amplamente utilizados pela marca em seus produtos, o que facilita a assistência técnica.

Seu principal atributo é a robustez comprovada em testes rigorosos. Para aprovar o VW 15.210 4X4, o Exército Brasileiro o submeteu a rodagens por terrenos arenosos, alagados e com lama, além de manobras de embarque aéreo e marítimo, transporte de pontes e até testes de balística, conferindo a resistência da cabine a estilhaçamentos.

Veículos já operaram em missões internacionais da ONU
Os primeiros caminhões Volkswagen a integrar uma missão de paz da Organização das Nações Unidas (ONU) foram do modelo Worker 15.210 4×4. No Haiti, os veículos enfrentaram uma situação real de guerra, com estradas destruídas e zonas de conflito armado, e atuaram no transporte de tropas e equipamentos.

Assessoria

Foto: Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

oito + cinco =