Case IH lança versão 2015 dos simuladores de colheita de cana

O simulador de colheita de cana da Case IH é destaque da marca durante o Seminário Idea, que aconteceu em Ribeirão Preto (SP). A nova versão 2015 foi apresentada e traz como diferencial a mais completa configuração de treinamento virtual, agora com 15 módulos, divididos entre os níveis básico, intermediário e avançado.

simulador_de_colheita_de_cana_1__10_

Fábio Balaban, especialista de marketing da Case IH para América Latina, destaca que a marca faz investimentos constantes na modernização e melhoramento de suas tecnologias. “Nós temos como objetivo desenvolver ferramentas para facilitar a formação de operadores de colhedoras de cana”, explica.

Balaban relata também que a utilização da realidade virtual revolucionou os métodos de treinamento do setor. “O equipamento possibilita a integração completa do operador com a máquina. Quando ele sai para a prática no campo, consegue aplicar com muito mais segurança tudo o que viu nos simuladores”, diz.

A versão 2015 “Full Training” representa a evolução da programação de realidade virtual. Agora com 15 módulos e divididos por níveis de desenvolvimento e grau de dificuldade, a tecnologia permite a simulação de operações simples, como localização e funcionalidade de cada botão da cabine, tópicos básicos de manutenção e diagnósticos, e até o desembarque da colhedora das pranchas de transporte, que é considerada a etapa mais delicada devido à complexidade técnica. “Lembro que começamos com apenas cinco módulos básicos de treinamento e hoje estamos apresentando o mais completo sistema de treinamento virtual do mercado”, finaliza.

simulador_de_colheita_de_cana_1__17_

O simulador de colheita de cana Case IH é composto por uma cabine da colhedora A8800, configurada e preparada com a tecnologia de simulação. Utilizando técnicas de projeção mapeada e mantendo todos os comandos originais da colhedora, o produto garante a imersão total na experiência. Os gráficos de alta precisão contam ainda com a presença de tratores para o transbordo e capacitam o profissional para a situação real de colheita, da mesma maneira que ocorre, por exemplo, com simuladores de treinamento de pilotos de avião.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

treze − três =