Competição de barcos movidos a energia solar será realizada em Búzios

Cada vez mais a energia solar ganha espaço como importante fonte para o desenvolvimento do país. Por ser limpa e facilmente captada, pode ser utilizada de forma barata e reduzir o impacto causado na natureza pelas fontes tradicionais: hidrelétricas e termelétricas.

MTEX3077alta

Pensando nisso, universitários de quatro estados brasileiros se reunirão em Búzios, entre os dias 11 e 15 de novembro, para participar de uma competição de barcos movidos a energia solar. O Desafio Solar Brasil 2015, como é chamado o campeonato, é uma iniciativa da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), por meio do NIDES (Núcleo Interdisciplinar para o Desenvolvimento Social), em parceria com a concessionária Ampla e apoio da Prefeitura de Búzios. Ao todo, 21 equipes participarão das provas, que são divididas em oito etapas, com percursos de até 12 quilômetros.

O Desafio Solar Brasil chega a sua 3ª edição consecutiva em 2015. A competição integra o Cidade Inteligente Búzios, projeto de pesquisa e desenvolvimento realizado pela Ampla desde 2012. “É um evento que une esporte, inovação e educação. O objetivo é estimular o desenvolvimento de novas tecnologias em fontes de energia limpa e renovável para aplicação em projetos de mobilidade” – explica o coordenador do projeto Cidade Inteligente Búzios, Weules Correia.

MTEX3605alta

Dentre as equipes, cinco participarão pela primeira vez, representando os estados do Amazonas, Rio de Janeiro e Santa Catarina. Ao todo, 300 universitários e mais de 50 professores e pesquisadores estão envolvidos no projeto. Com o evento, a Enel Brasil – que controla a Ampla e a Prátil, empresa especializada soluções em Eficiência Energética e Energia Solar– quer estimular o uso de microgeração de energia solar no país. Entre as novidades da competição deste ano está o desenvolvimento de uma embarcação adaptada para ser pilotada por um cadeirante.

Além da disputa dos projetos de embarcações solares, a programação do “Desafio Solar Brasil” inclui uma exposição na praça Santos Dumont, com o tema “Aplicação das placas Fotovoltaicas para Geração de Energia”, e um seminário para discutir temas relacionados à energia solar com a comunidade local. O objetivo é envolver a população de Búzios nas discussões, com o envolvimento, por exemplo, de alunos de  escolas municipais.

As equipes participantes da competição ganharão da organização do evento as placas solares que  vão equipar as embarcações. As placas captam a energia solar, que é armazenada em uma bateria no interior do barco e dão propulsão ao motor.

A competição deste ano contará, pela segunda vez, com a participação de alunos do Ensino Médio de escolas públicas de Búzios, que terão a oportunidade de ver, na prática, alguns temas que estudam apenas nos livros. Os estudantes, que participaram como aprendizes no ano passado, terão sua própria equipe na competição deste ano.

Provas

O circuito de provas de provas do Desafio Solar tem oito etapas, com percursos de até 12 quilômetros. A equipe vencedora será aquela que melhor conseguir juntar velocidade e eficiência energética nas provas de corrida das embarcações elétricas movidas à energia solar na Orla Bardot.

Uma comissão técnica formada por professores da UFRJ e principais patrocinadores selecionará o melhor projeto, sob o ponto de vista técnico, e o melhor vídeo entre as equipes participantes. Os vencedores serão homenageados com o Prêmio Fernando Amorim de inovação. 

Principais impactos tecnológicos e sociais do evento tanto para os participantes como para a população local:

  • Desenvolvimento de tecnologia para eficiência energética, propulsão elétrica e controle energético;
  • Capacitação de futuros profissionais que atuarão no setor de tecnologia e geração de energia a partir de fontes renováveis;
  • Realização de seminários, palestras de integração e disseminação do conhecimento;
  • Divulgação de conteúdo cientifico nas escolas municipais de ensino médio de Búzios;
  • Popularização do debate sobre o uso de fontes de energias renováveis, desenvolvimento sustentável e preservação ambiental;
  • Incentivo as equipes participantes e formação de novas equipes que podem gerar trabalhos e pesquisas em parceira;
  • Os participantes poderão desenvolver dissertações e projetos finais elaborados a partir das experiências vividas no evento.

Serviço:

 

Desafio Solar Brasil 2015 – Búzios

11 a 15 de novembro de 2015

Local: Orla Bardot – Armação de Búzios – RJ

Chegada das equipes: 11/11 – ao longo do dia

Horário: Abertura oficial – (12/11) às 10h – Praça Santos Dumont

Encerramento: (15/11) às 13 h – Praça Santos Dumont

Evento: 8h às 22h

Entrada: Gratuita

Censura: Livre

www.desafiosolar.org

desafiosolar@gmail.com

Da Redação com Assessoria

Fotos: divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × um =